Amarante: Executivo aprova voto de louvor a Paulo Pereira, treinador da seleção portuguesa de andebol

Paulo Pereira, Treinador da Seleção Nacional de Andebol é cidadão amarantino (Foto: CMA).

A seleção Portuguesa de andebol apurou-se, no passado domingo, para os Jogos Olímpicos de Tóquio, num jogo memorável disputado conta a França, em Montpellier, ganhando por 29-28, apenas alguns dias depois de a equipa ter perdido Quintana, que, de qualquer modo, foi uma presença constante na partida, conforme garantiram publicamente jogadores e treinador.

O apuramento da equipa das quinas para Tóquio foi um feito coletivo, mas teve, indiscutivelmente, como um dos principais protagonistas Paulo Pereira, seu treinador, natural de Amarante, a quem a Câmara Municipal dirigiu um voto de louvor, aprovado por unanimidade em reunião do Executivo, informou a autarquia.

Natural de Amarante, Paulo Pereira, de 55 anos, iniciou a sua carreira como treinador adjunto no Boavista, então comandado por José Magalhães, com quem rumou ao FC Porto, que orientou durante três temporadas, entre 2003 e 2006, conquistando um campeonato, uma Taça de Portugal e uma Taça da Liga.

Depois de quase uma década no estrangeiro, com passagens pelas seleções femininas de Tunísia e Angola, onde também orientou o Espérance de Tunis, o 1.º de Agosto e o ASA. Em Espanha orientou o Cangas, chegando, posteriormente, à seleção portuguesa em outubro de 2016. Já como selecionador, acumulou funções com o comando técnico do CSM Bucareste, tendo vencido a Taça Challenge. 

Ao fim de três anos na seleção nacional, Paulo Pereira alcançou sucesso no Euro2020, seguindo-se este apuramento inédito para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar