Rali de Ourense: falha mecânica leva à desistência de Carlos Fernandes e Valter Cardoso

Carlos Fernandes e Valter Cardoso não foram felizes no Rali de Ourense.

A 16 e 17 de julho, teve lugar na região da Galiza, o Rali de Ourense, a terceira prova da Peugeot Rally Cup Ibérica. A dupla Valter Cardoso e Carlos Fernandes, aos comandos de um Peugeot 208 Rally4, deslocou-se até Espanha para participar na primeira prova de asfalto da época 2021, co-organizada pela Peugeot Portugal e Peugeot Espanha e cuja logística no terreno foi assegurada pela Sports & You.

A equipa estava a ter uma boa prestação e a cumprir com os objetivos a que se tinha proposto, mas na noite do primeiro dia, 16 de julho, teve um corte na segunda curva do quarto troço, o que provocou danos no terminal de direção que ficou bastante afetado e ao quilómetro cinco acabou mesmo por ceder, o que levou à desistência do Rali. Apesar do carro não ter sofrido praticamente nenhuns estragos, a dupla ficou impossibilitada de sair do troço.  

Após este incidente, Valter Cardoso falou com AMARANTE MAGAZINE: “o Rali possuía características muito próprias e difíceis para os participantes, com imensas zonas sujas que necessitavam de muita prudência, mas estávamos a fazer uma excelente prova, com registos ao cronómetro muito interessantes, apesar do pouco conhecimento que tínhamos dos troços. As provas são mesmo assim, e, apesar deste dissabor, já estamos focados no próximo rali e empenhados em trabalhar para obtermos um bom resultado”. 

O Rali Alto Tâmega, com organização do Cami – Clube Aventura Do Minho, vai para a estrada de 3 a 5 de Setembro e contará com a participação desta dupla.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar