Valter Cardoso regressa ao TT com Tiago Reis

Team Transfradelos inicia Campeonato de Todo o Terreno com uma Toyota Hilux.

O amarantino vai voltar a ocupar a bacquet do lado direito do piloto Famalicense, Tiago Reis, com quem disputa o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT), pelo quarto ano consecutivo. Esta temporada, a equipa conta com uma nova viatura, uma Toyota Hilux V8.

É com grande entusiasmo que Valter Cardoso vê chegar o tão aguardado regresso às competições automobilísticas, disse, próprio, a AMARANTE MAGAZINE. A sua primeira prova de 2021 vai ter lugar já este fim-de-semana, a 17 e 18 de abril, no Rali Vieira do Minho, pontuável para o Campeonato Norte de Ralis (CNR). 

O amarantino vai voltar a ocupar a bacquet do lado direito do piloto Famalicense, Tiago Reis, com quem disputa o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT), pelo quarto ano consecutivo. Esta temporada, a equipa conta com uma nova viatura, uma Toyota Hilux V8. 

Face aos regulamentos do Campeonato, os pilotos do Nacional de Todo-Terreno podem alinhar neste rali ao volante das suas habituais viaturas. A participação da dupla nesta ronda do Campeonato Norte de Ralis, incluído na categoria STT, prende-se com o objetivo de preparar da melhor forma e em modo de competição a temporada de Todo-o-Terreno que tem início em maio, e para habituação à nova pick-up. Digamos que é uma prova teste para a equipa. 

Em declarações a AMARANTE MAGAZINE, Cardoso afirmou que a nova viatura que vai ser utilizada pela equipa“é bastante evoluída e requer alguns tipos de afinações para os determinados pisos que iremos encontrar ao longo dos percursos. Assim, pretendemos, nesta prova, adequar setups de afinações importantes para os prólogos das Bajas e trabalhar também o sistema de notas que iremos usar. É importante treinar todos estes aspetos e, quanto mais ritmo competitivo tivermos, melhor”.

E acrescentou: “quero partilhar uma curiosidade interessante: a tecnologia desta Toyota Hilux Gazoo Racing é de tão forma evoluída, que o nível de ajustes electrónicos chega ao sistema de amortecedores”.

O co-piloto agradece a confiança que o piloto tem vindo a depositar no seu Know how a nível de competição automobilística, afirmando estar “muito grato ao Tiago Reis e ao Team Transfradelos/GALP por poder estar neste projeto ambicioso para o CPTT e à Toyota Gazoo Racing pela excelente viatura que nos colocaram em mãos para lutarmos pelos nossos objetivos. Estamos focados e empenhados em lutar pelas melhores posições possíveis do CPTT”.

Devido à pandemia, esta prova vai para a estrada sobre fortes medidas de segurança e restrições e sob um rigoroso Plano de Contingência. O público, tão aguardado neste tipo de competições, vai ter que estar ausente. 

Importa referir que do itinerário do Rali de Vieira do Minho constam duas classificativas que são utilizadas habitualmente no WRC Vodafone Rali de Portugal na Serra da Cabreira que serão percorridas três vezes, no domingo, 18 de abril. São elas a Senhora da Fé com 10,86 km e a Serradela/Anhos com 10,39 km, perfazendo assim o rali 63,75 quilómetros. 

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar