Casa da Granja divulga programação para 2021

Casa da Granja (Foto AM

Exposições de fotografia e pintura têm já data de abertura, mas a Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto admite a realização de outras atividades, como concertos musicais, apresentação de livros e workshops temáticos, entre outras.

A CASA DA GRANJA agendou para 20 de fevereiro a abertura de uma exposição de fotografia designada “Miguel Louro, 45 anos de Fotografia”. Devido à pandemia não haverá cerimónia de inauguração, mas o fotógrafo estará presente na tarde daquele dia.

“Há paixões que duram uma vida inteira. A de Miguel Louro começou cedo, quando ainda em tenra idade teimava em registar os momentos e locais que despertavam o seu interesse com uma máquina fotográfica analógica. Movido por esta força maior capturou instantes únicos, detalhes, rostos e locais por todo o mundo. Mais do que uma forma de resistir ao tempo e preservar a memória destes momentos fugazes, a fotografia de Miguel Louro é uma forma nobre e única de partilhar o modo como vê o mundo”, lê-se no texto de apresentação da mostra

“Nas imagens do fotógrafo, capturadas ao longo de 45 anos, acrescenta-se, há um humanismo latente, um respeito profundo pela memória e tradição e uma constante insatisfação na procura de novos desafios, prova irrefutável do seu inconformismo e duma capacidade notável de auto-reinvenção. A sua inseparável Leica é apenas uma extensão de si próprio que usa para satisfazer esta velha paixão e continuar a deleitar-nos com este mundo que, visto pelos seus olhos, sai muito melhor na fotografia”.

“Foi meu pai, o seu engenho e a sua arte de pintar a óleo e a aguarela quem me formou a sensibilidade. Tentei a mesma profundidade dos gestos com a máquina fotográfica”, explica Miguel Louro, cuja exposição pode ser vista até 20 de abril.

Pormenor do interior da Casa da Granja (Foto AM).

Entretanto, a Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto anunciou já a realização de outras exposições, que acontecerão ao longo de 2021: Exposição de Pintura de Manuela Mendes da Silva, que poderá ser vista entre 17 de abril e 12 de junho; Exposição de Fotografia de Jorge Bacelar, com abertura em 26 de junho e encerramento a 4 ou 11 de novembro; Exposição de Fotografia, Pintura e Escultura de Teresa Ricca, que permanecerá nos espaços de exposições temporárias entre 25 de setembro e 2 de dezembro.

A Casa da Granja anuncia a possibilidade de realização de outras atividades culturais durante o ano de 2021, como concertos musicais, apresentação de livros, workshops temáticos, passeios fotográficos orientados, conversas abertas sobre fotografia e outras. “Estas atividades serão marcadas ao longo do ano, por isso, não são referido no relatório de atividades”, acrescenta a Direção.

Miguel Louro

MIGUEL LOURO nasceu na Póvoa de Varzim, em 30 de novembro de 1955. É médico de profissão, assistente graduado em Medicina Geral e Familiar – MGF, com o Grau de Consultor. Médico especialista em Medicina no Trabalho, reside em Tebosa, Braga. Colaborou em diversas atividades recreativas e culturais tendo sido fundador e diretor da Associação de Fotografia e Cinema de Amadores de Braga (AFCA). Promoveu vários salões nacionais de fotografia de onde nasceram os “Encontros da imagem”. Possui um laboratório fotográfico pessoal. É autor de inúmeras exposições fotográficas no país e no estrangeiro.

É, ainda, autor de livros e fotografias publicadas: “Forum Um”, livro do Mosteiro de Tibães; “Casas Armoriadas do concelho dos Arcos de Valdevez”; “O Edifício do Convento do Salvador do Mosteiro das Freiras ao Largo Conde Agrolongo “; Anuário Português de Fotografia; “O Sorriso do Anjo”; “Seis poemas com destino”; “O logro”; “25 anos – Uma caixinha pendurada ao pescoço”; “Braga – 25 anos”; “Tebosa – Nossa Terra, Minha Aldeia”; “Histórias de vida de Jorge Tinoco”, entre outros.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar