Agustina e outras mulheres inspiram roteiros do Turismo do Porto e Norte

Agustina Bessa Luís (Foto AM)

AGUSTINA BESSA LUÍS, Antónia Ferreira (Ferreirinha), Maria da Fonte, Carmen Miranda, D. Teresa, Carolinha Michaelis, Ilse Losa ou Sophia de Mello Breyner, são algumas das mulheres que inspiram os roteiros do Turismo do Porto e Norte, para, por um lado, homenagear as mulheres e, por outro, levar turistas a conhecer a vida e obra de mulheres que marcaram uma época e/ou tiveram um papel relevante na sociedade. 

O roteiro, que estará disponível nas redes sociais, designadamente nas contas de facebook e instagram do Turismo do Porto e Norte, a partir precisamente do dia 8 de março, identifica as personalidades ou os grupos setoriais com ligações fortes aos quatro subdestinos – PortoTrás-os-MontesMinho e Alto Douro -, em áreas tão distintas como a literatura, a economia, a indústria têxtil, a música, ou que se distinguiram numa determinada época, ou protagonizaram algum acontecimento que se perpetua no tempo. 

“Ferreirinhaa” convida a desfrutar do Douro Vinhateiro

Assim, em torno de uma figura tão simbólica como a ‘Ferreirinha’, a sugestão do roteiro elaborado pelo Turismo do Porto e Norte passa por conhecer a retumbante paisagem de vinhedos do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial da Humanidade. No Minho, ‘Maria da Fonte’ celebrizou-se por estar na origem da Patuleia e em seu nome foi erigida a estátua da Fonte da Arcada.

Por Trás-os-Montes, a figura mítica da ‘Vénus de Vidago’ está exposta no Museu de Chaves e é a prova da romanização da região. Já o Porto tem um sem número de mulheres que fizeram a história da região e do País. ‘Sophia de Mello Breyner’ ou ‘Aurélia de Sousa’ são só duas delas, sugerindo-se, por exemplo, uma visita ao Jardim Botânico, onde está sediada a casa da família, ou ao Museu Soares dos Reis, onde mora o famoso auto-retrato de Aurélia.

“São mulheres que deixaram uma marca muito forte na região e no país. A sua obra está agora eternizada em museus, bibliotecas ou esculturas dignas de serem visitadas e que são um trunfo turístico do nosso destino. Estas grandes mulheres ajudam a contar um pouco da história e da identidade tão ricas da nossa região”, salienta Luís Pedro Martins, presidente do Turismo do Porto e Norte.

Em Amarante, Agustina e Eulália Macedo

Embora a campanha do TPN não contemple Amarante, o Município tem em Agustina Bessa Luís, que nasceu em Vila Meã e tem em vários dos seus escritos Amarante como referência, uma das suas principais mulheres. Outra “mulher de Amarante” é, indiscutivelmente, Eulália Macedo, mas também Sophia de Mello Breyner, pelas suas ligações à família Pascoaes e à Casa do Carvalhal.

A Stay to Talk – Instituto de Imersão Cultural tem um programa específico para quem queira conhecer e contactar de perto com os lugares de Agustina Bessa Luís.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar