Região Norte “questiona-se” no 2º Fórum Autárquico

Foto AM.

Organizado pela primeira vez em 2021, o Fórum Autárquico da Região Norte propõe-se fazer o debate público do “estado da Região” e da sua economia, dos desafios da organização do Estado e do papel dos fundos europeus no desenvolvimento regional em Portugal, em concreto na Região Norte.

Realiza-se no próximo dia 30 de novembro, pelas 14h30, no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, a segunda edição do Fórum Autárquico da Região Norte. 

A iniciativa, promovida pela CCDR-NORTE, “coloca em perspetiva o início do novo ciclo de financiamento comunitário ao desenvolvimento regional em Portugal e as alterações relevantes, que se encontram em preparação, na organização territorial do Estado”, informa aquela entidade.

Durante o evento será ainda distinguida a Personalidade do Norte deste ano, galardão atribuído a Álvaro Siza Vieira na edição transata. O programa prevê dois painéis de debate. O primeiro – “Que presente & futuro para a economia do Norte?” – tem o enquadramento de Rui Monteiro, Coordenador do Observatório das Dinâmicas Regionais do Norte e uma mesa-redonda moderada por Manuel Carvalho, com Aurora Teixeira e Luís Aguiar-Conraria. O segundo – “Organização do Estado e fundos europeus: o que esperar a Norte?” – conta com uma mesa-redonda moderada por Inês Cardoso, com Alexandra Leitão, Arlindo Cunha e Rui Santos. 

Entre outros oradores, o encontro conta com a participação da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, e do Presidente da CCDR-NORTE, António Cunha. Organizado pela primeira vez em 2021, o Fórum Autárquico da Região Norte propõe-se fazer o debate público do “estado da Região” e da sua economia, dos desafios da organização do Estado e do papel dos fundos europeus no desenvolvimento regional em Portugal, em concreto na Região Norte. A sua realização coincide ainda com o balanço do mandato do Presidente da CCDR-NORTE.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar