Tâmega e Sousa: Rota do Românico e Jangada Teatro apresentam “Pedras de Memória”

"Pedras e Memórias" é a mais recente encenação de Jangada Teatro (Foto RR).

> Penafiel, Celorico de Basto, Lousada, Paredes, Freamunde e Felgueiras vão ao teatro

“Pedras de Memória” é o título do novo espetáculo da Jangada Teatro produzido para a Rota do Românico. Com texto e encenação de Luiz Oliveira, a peça assume-se como uma incursão pelo património imaterial dos vales do Sousa e Tâmega, envolvendo atores profissionais e amadores, em seis apresentações durante o mês de outubro.

A estreia está agendada para a sexta-feira, 15, às 21h30, no Museu Municipal de Penafiel. No dia seguinte, sábado, às 18h, o espetáculo terá como cenário o auditório do Centro Cultural Marcelo Rebelo de Sousa, em Celorico de Basto. No domingo, às 16h, o “Pedras de Memória” é apresentado na Escola Secundária de Lousada, a vila que acolhe a sede da Jangada Teatro, companhia fundada em 1999.

Para o fim de semana seguinte estão guardadas as três atuações finais previstas: sexta-feira, 22, às 21h30, no auditório da Biblioteca Municipal de Felgueiras; sábado, 23, às 21h30, na Casa da Cultura de Paredes, e, por último, domingo, 24, às 16h, no auditório da Associação de Socorros Mútuos Freamundense, em Freamunde, Paços de Ferreira.

A entrada é gratuita, condicionada à lotação dos espaços, por ordem de chegada.

O projeto “Pedras de Memória” enquadra-se na operação EEC PROVERE Turismo para Todos: Valorização, dinamização e promoção turística da região, cofinanciada pelo Norte 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

As principais áreas de intervenção da Rota do Românico abrangem a investigação científica, a conservação do património, a dinamização cultural, a educação patrimonial e a promoção turística.

CONTINUAR A LER

Deixe um Comentário

Pode Também Gostar